1. O chocante assassinato de 2 padres jesuítas que tentavam proteger homem em igreja no México  BBC News Brasil
  2. Corpos de sacerdotes jesuítas mortos no México são localizados  Globo.com
  3. Papa condena mortes de padres jesuítas no México  ISTOÉ
  4. Dois padres jesuítas assassinados dentro de igreja em região de narcotráfico  Aleteia
  5. México: Grupo de jesuítas denunciam assassinato de dois padres dentro de igreja  Aventuras na História
  6. Ver cobertura completa no Google Notícias
Os religiosos foram mortos junto com uma terceira vítima, que havia ido ao local em busca de refúgio, segundo as autoridades.Os religiosos foram mortos junto com uma terceira vítima, que havia ido ao local em busca de refúgio, segundo as autoridades.

www.bbc.com

g1.globo.com

O Superior-geral da Companhia de Jesus deplorou a morte dos dois sacerdotes com um apelo: "temos que parar a violência em nosso mundo e tanto ...O Superior-geral da Companhia de Jesus deplorou a morte dos dois sacerdotes com um apelo: "temos que parar a violência em nosso mundo e tanto ...

Dois jesuítas assassinados no México - Vatican News

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco condenou nesta quarta-feira o assassinato de dois padres jesuítas e um leigo no México, dizendo que foi um lembrete chocante do nível de violência no país. "Tantos asCIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco condenou nesta quarta-feira o assassin...

Papa condena mortes de padres jesuítas no México - 22/06/2022 - UOL Notícias

Padres jesuítas assassinados em região de narcotráfico: tentaram defender um homem que tinha entrado na igreja em busca de refúgioPadres jesuítas assassinados em região de narcotráfico: tentaram defender um homem que tinha entrado na igreja em busca de refúgio

Open menu

Luigi e Maria Beltrame, patronos do Encontro Mundial das Famílias, são o primeiro casal de beatos da Igreja Católica; suas relíquias estarão no evento Continue lendo →

Relíquias dos beatos Luigi e Maria Beltrame no Encontro das Famílias - Notícias

DomTotal - A revista digital mais completa do BrasilO Superior Geral da Companhia de Jesus pede para autoridades 'deterem a violência' que tem se tornado rotineira naquele País

Dois jesuítas são assassinados no México

A Província Mexicana da Companhia de Jesus (Jesuítas) denunciou hoje (21) o assassinato de do padre Javier Campos Morales e padre Joaquín César Mora Salazar dentro de uma igreja ao “tentarem defender um homem que se refugiava no templo e que estava sendo perseguido por uma pessoa armada”, segundo comunicado dos jesuítas.  A Província Mexicana da Companhia de Jesus (Jesuítas) denunciou hoje (21) o assassinato de do padre Javier Campos Morales e padre Joaquín César Mora Salazar dentro de uma igreja ao “tentarem defender um homem que se refugiava no templo e que estava sendo perseguido por uma pessoa armada”, segundo comunicado dos jesuítas.  

Jesuítas que tentavam proteger homem em igreja no México são mortos

Os padres jesuítas Javier Campos Morales, de 78 anos, e Joaquin Césaer Mora Salazar, de 80 anos, foram assassinados enquanto tentavam proteger um homem dentro da igreja. Os padres jesuítas Javier Campos Morales, de 78 anos, e Joaquin Césaer Mora Salazar, de 80 anos, foram assassinados enquanto tentavam proteger um homem dentro da igreja. 

Padres acabam assassinados ao tentar proteger homem em igreja

"Conseguimos localizar e recuperar [os corpos] dos padres jesuítas", Javier Campos Morales, de 79 anos, e Joaquín César Mora Salazar, de 80, disse a governadora."Conseguimos localizar e recuperar [os corpos] dos padres jesuítas", Javier Campos Morales, de 79 anos, e Joaquín César Mora Salazar, de 80, disse a governadora.

Recuperados corpos de dois jesuítas mortos numa igreja do México

Ontem dois sacerdotes jesuítas foram mortos dentro de uma igreja em uma área montanhosa no norte do México. Redação (21/06/2022 16:07, Gaudium Press) OsOntem dois sacerdotes jesuítas foram mortos dentro de uma igreja em uma área montanhosa no norte do México. Redação (21/06/2022 16:07, Gaudium Press) Os

Dois sacerdotes jesuítas assassinados no México

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco condenou nesta quarta-feira o assassinato de dois padres jesuítas e um leigo no México, dizendo que foi um lembrete chocante do nível de violência no país. Tantos assassinatos no México , disse Francisco no final de sua audiência geral para milhares de pessoas na Praça de São Pedro. A promotoria estadual de Chihuahua, na fronteira com os Estados Unidos, disse que três pessoas foram mortas na cidade de Cerocahui depois que um homem se refugiou em uma igreja para se proteger de um ataque. Dois deles eram padres jesuítas, a mesma ordem religiosa à qual o papa pertence. Também expresso minha dor e choque pelo assassinato no México, anteontem, de dois irmãos religiosos meus, jesuítas, e um leigo , disse Francisco. “Eu me junto em oração e afeição à comunidade católica atingida por esta tragédia. Mais uma vez repito que a violência não resolve problemas, mas aumenta episódios de sofrimento”, acrescentou. Os corpos dos três foram levados por um grupo de homens na traseira de uma caminhonete, disse Luis Gerardo Moro, chefe dos jesuítas no México, em entrevista a uma rádio. Os dois padres trabalhavam na igreja da pequena cidade na cadeia montanhosa de Sierra Tarahumara, lar do grupo indígena Raramuri e local de crescente violência de cartel. (Reportagem de Philip Pullella) REUTERS ACCIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco condenou nesta quarta-feira o assassinato de dois padres jesuítas e um leigo no México, dizendo que foi um lembrete chocante do nível de violência no país. "Tantos assassinatos no México", disse Francisco no final de sua audiência geral para milhares de pessoas na Praça de São Pedro. A promotoria estadual de Chihuahua, na fronteira com os Estados Unidos, disse que três pessoas foram mortas na cidade de Cerocahui depois que um homem se refugiou em uma igreja para se proteger de um ataque. Dois deles eram padres jesuítas, a mesma ordem religiosa à qual o papa pertence. "Também expresso minha dor e choque pelo assassinato no México, anteontem, de dois irmãos religiosos meus, jesuítas, e um leigo", disse Francisco. “Eu me junto em oração e afeição à comunidade católica atingida por esta tragédia. Mais uma vez repito que a violência não resolve problemas, mas aumenta episódios de sofrimento”, acrescentou. Os corpos dos três foram levados por um grupo de homens na traseira de uma caminhonete, disse Luis Gerardo Moro, chefe dos jesuítas no México, em entrevista a uma rádio. Os dois padres trabalhavam na igreja da pequena cidade na cadeia montanhosa de Sierra Tarahumara, lar do grupo indígena Raramuri e local de crescente violência de cartel. (Reportagem de Philip Pullella) REUTERS AC

www.swissinfo.ch

jornalfloripa.com.br

Dois padres foram assassinados dentro da igreja da comunidade Cerocahui, no estado de Chihuahua, no México. Os sacerdotes foram baleados quando tentavam proteger um guia turístico.Dois padres foram assassinados dentro da igreja da comunidade Cerocahui, no estado de Chihuahua, no México. Os sacerdotes foram baleados quando tentavam proteger um guia turístico.

Dois padres jesuítas mortos em tiroteio numa igreja do México – Observador