1. Estudo: Sars-CoV-2 pode ficar no organismo por mais tempo que a quarentena  VivaBem
  2. Uma em cada 10 pessoas pode ser infecciosa para covid após dez dias  Catraca Livre - Notícias
  3. Covid-19 pode ficar mais de 70 dias no organismo, aponta estudo  Diário do Centro do Mundo
  4. Covid-19: pessoas podem permanecer infeciosas por mais de dois meses, aponta estudo  Diário Digital
  5. Ver cobertura completa no Google Notícias

www.uol.com.br

Pesquisadores da USP analisaram casos em que, mesmo com o fim dos sintomas, os pacientes seguiram por meses com teste positivo Pesquisadores da USP analisaram casos em que, mesmo com o fim dos sintomas, os pacientes seguiram por meses com teste positivo 

Coronavírus pode ficar mais de 70 dias no organismo, aponta estudo - Notícias - R7 Saúde

Pesquisadores da Plataforma Científica Pasteur-USP (PCPU) realizaram um estudo com um grupo de 38 pacientes acompanhados semanalmente, no início da pandemia. Ele mostrou que a Covid-19 pode ficar mais de 70 dias no organismo.Pesquisadores da Plataforma Científica Pasteur-USP (PCPU) realizaram um estudo com um grupo de 38 pacientes acompanhados semanalmente, no início da pandemia. Ele mostrou que a Covid-19 pode ficar mais de 70 dias no organismo.

Covid-19 pode ficar mais de 70 dias no organismo, aponta estudo

twitter.com

twitter.com

twitter.com

twitter.com

Um estudo feito na Inglaterra descobriu que uma em cada 10 pessoas ainda pode transmitir coronavírus após 10 dias do início da infecção.Um estudo feito na Inglaterra descobriu que uma em cada 10 pessoas ainda pode transmitir coronavírus após 10 dias do início da infecção.

Uma em cada 10 pessoas pode ser infecciosa para covid após dez dias

Eis as conclusões de um novo estudo realizado por cientistas do Reino Unido. 

SARS-CoV-2 pode permanecer no organismo durante 68 dias, diz estudo

Investigadores da Universidade de Exeter, no Reino Unido indicam que 13% dos pacientes apresentam níveis clínicos relevantes do vírus após 10 dias e em casos extremos pode atingir os 68 dias

Covid-19: pessoas podem permanecer infeciosas por mais de dois meses, aponta estudo

Estudo é um alerta sobre o risco de liberar pacientes com Covid após sete, dez ou mesmo 14 dias do teste positivo, como previam os protocolos iniciais de combate à doençaEstudo é um alerta sobre o risco de liberar pacientes com Covid após sete, dez ou mesmo 14 dias do teste positivo, como previam os protocolos iniciais de combate à doença

Covid: vírus pode ficar no organismo por mais tempo que a quarentena | Saúde | iG

Um homem de 38 anos, que apresentou durante 20 dias sintomas leves da Covid-19, permaneceu por 232 dias com o novo coronavírus sendo detectado no organismo e s...O estudo é um alerta sobre o risco de liberar pacientes com Covid-19 após sete, dez ou mesmo 14 dias do teste positivo

Sars-CoV-2 pode ficar no organismo por tempo superior ao recomendado para quarentena, diz estudo - Folha PE

Pesquisadores acompanharam 38 contaminados e constataram que, em média, levou cerca de um mês para o teste diagnóstico se tornar negativo

Coronavírus pode ficar no organismo bem além do tempo recomendado para quarentena - Planeta

O caso atípico de infecção pelo SARS-CoV-2 faz parte de um grupo de 38 pacientes acompanhados semanalmente, no início da pandemia, por pesquisadores da USPO caso atípico de infecção pelo SARS-CoV-2 faz parte de um grupo de 38 pacientes acompanhados semanalmente, no início da pandemia, por pesquisadores da USP

Caso de homem que ficou 232 dias positivado levanta dúvidas de quarentena menor - ACidadeON São Carlos