1. Temor de violência eleitoral faz Exército mudar planejamento para 2022, diz jornal - ISTOÉ Independente  ISTOÉ
  2. Temor de violência eleitoral faz Exército mudar planejamento para 2022  Folha
  3. Exército prevê incidentes violentos na eleição de 2022 e muda planejamento anual  Brasil 247
  4. Exército adianta exercícios militares e se prepara para possível “guerra” nas eleições de outubro  Revista Fórum
  5. Exército se prepara contra violência nas eleições - e outros destaques  UOL Notícias
  6. Ver cobertura completa no Google Notícias
O Exército Brasileiro decidiu alterar seu cronograma de trabalho em 2022, temendo incidentes de violência durante ou após as eleições de outubro, de acordo com uma reportagem da Folha de S.Paulo. Segundo o jornal, todos os 67 exercícios militares previstos para o ano, que se concentram no último trimestre, foram adiantados e devem ser executados […]

Temor de violência eleitoral faz Exército mudar planejamento para 2022, diz jornal - ISTOÉ Independente

Força adianta exercícios para liberar tropa, preocupada com polarização e até 'cenário Capitólio'Força adianta exercícios para liberar tropa, preocupada com polarização e até 'cenário Capitólio'

Temor de violência eleitoral faz Exército mudar planejamento para 2022 - 06/01/2022 - Poder - Folha

Força teme até mesmo uma espécie de "cenário Capitólio" no BrasilForça teme até mesmo uma espécie de "cenário Capitólio" no Brasil

Exército prevê incidentes violentos na eleição de 2022 e muda planejamento anual - Brasil 247

Esta é a versão online para a edição desta quinta-feira (6/1) da newsletter Pra Começar o Dia, o seu resumo com as principais notícias do dia. Para assinar esse e outros boletins e reEsta é a versão online para a edição desta quinta-feira (6/1) da newsletter Pra Começar o ...

Exército se prepara contra violência nas eleições - e outros destaques - 06/01/2022 - UOL Notícias

Exército Brasileiro mudou seu cronograma de trabalho em 2022. Isso aconteceu porque a instituição teme incidentes de violência na eleição de outubro ou depois do pleito, afirma reportagem da Folha de S.Paulo.Exército Brasileiro mudou seu cronograma de trabalho em 2022. Isso aconteceu porque a instituição teme incidentes de violência na eleição de outubro ou depois do pleito, afirma reportagem da Folha de S.Paulo.

Escalada da violência põe Exército de alerta para as eleições de outubro