1. Procurador denuncia armadilha de hacker: “Queriam que eu falasse mal da Lava Jato”  República de Curitiba
  2. 'Não tenho ideologia, sou apenas um funcionário de TI', afirma suposto hacker da Lava Jato  Diário do Centro do Mundo
  3. 'Não tenho ideologias, sou um funcionário de TI', disse suposto hacker da Lava Jato  Revista Época
  4. Procurador diz ter sido vítima de hacker: “Queriam que eu falasse mal da Lava Jato”  O Antagonista
  5. Segundo procurador, conversa entre Moro e Dallagnol seria 'prova ilícita'  JC Online
  6. Ver cobertura completa no Google Notícias

O procurador regional da República, José Robalinho Cavalcanti afirmou ao site O Antagonista que um hacker tentou plantar uma armadilha para ele na noite de terça-feira. O contato aconteceu por volta das 23h, quando Robalinho recebeu uma mensagem no Telegram, o hacker num primeiro momento tentou se passar pelo procurador militar Marcelo Weitzel, um dos…O procurador regional da República, José Robalinho Cavalcanti afirmou ao site O Antagonista que um hacker tentou plantar uma armadilha para ele na noite de terça-feira. O contato aconteceu por volt…

Procurador denuncia armadilha de hacker: “Queriam que eu falasse mal da Lava Jato”

O procurador regional da República José Robalinho Cavalcanti disse a O Antagonista que um hacker tentou fazer com que ele caísse em uma armadilha na noite de ontem. "Eu não percebi na hora, mas depois vi que era uma armadilha, uma armadilha para que eu falasse mal da Lava Jato...

Procurador diz ter sido vítima de hacker: "Queriam que eu falasse mal da Lava Jato" - O Antagonista

Segundo procurador, conversa entre Moro e Dallagnol seria 'prova ilícita'Em entrevista à Rádio Jornal, José Robalinho disse que a conversa não poderia ser usada como prova de acusação Política/Nacional- Jornal do Commercio

Segundo procurador, conversa entre Moro e Dallagnol seria 'prova ilícita' - Jornal do Commercio

Em entrevista à Rádio Jornal, José Robalinho disse que a conversa não poderia ser usada como prova de acusaçãoEm entrevista à Rádio Jornal, José Robalinho disse que a conversa não poderia ser usada como prova de acusação

Segundo procurador, conversa entre Moro e Dallagnol seria 'prova ilícita'